Com a economia comandada pela dupla Jair Bolsonaro e Paulo Guedes patinando e sem dar mostras de reaquecimento,os estrangeiros já retiraram R$ 34,908 bilhões do mercado acionário brasileiro. Na última quarta-feira (26) a saída chegou a R$ 3,068 bilhões, maior retirada já feita em um único dia por investidores estrangeiros desde 1994

247 – A bolsa de valores (B3) registrou na última quarta-feira (26) a saída de R$ 3,068 bilhões, maior retirada já feita em um único dia por investidores estrangeiros desde 1994. Ao longo dos dois primeiros meses do ano, os estrangeiros já retiraram R$ 34,908 bilhões do mercado acionário brasileiro.

Retirada acontece em meio à paralisação da economia resultante da instabilidade política do governo Jair Bolsonaro, do fracasso da política econômica comandada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e meio ao pânico do mercado financeiro mundial provocado pela disseminação do coronavírus.

Também na quarta-feira, o Ibovespa despencou, registrando uma queda de 7%, indo aos 105.718,29 pontos, e um giro financeiro de R$ 33,2 bilhões. Em fevereiro, a saída de recursos estrangeiros da bolsa de valores acumula um déficit R$ 15,750 bilhões.