O chefe da Casa Civil Valdir Rossoni recebeu nesta quinta-feira, no Palácio Iguaçu, dirigentes do G7, fórum de entidades que representa o setor produtivo do Paraná. O grupo apresentou um pedido para que o Governo do Estado reedite a lei que instituiu o Programa de Parcelamento Incentivado (PPI).
Os empresários querem uma nova oportunidade para a renegociação das dívidas tributárias, permitindo a regularização dos débitos até dezembro de 2016. Na justificativa, sustentam que a medida contribuiria para o enfrentamento da crise econômica por parte das empresas paranaenses.
Rossoni destacou que a crise também afeta as receitas públicas e que o assunto será discutido com outras áreas da administração. “O governo está sempre a favor do setor produtivo, mas o caso precisa ser avaliado por outros setores. Vamos retomar a questão o mais breve possível”, informou o secretário.
O pedido é assinado pela a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomércio), Federação das Empresas de Transportes de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar), Federação das Cooperativas do Estado do Paraná (Fecoopar), Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap) e Associação Comercial do Paraná (ACP).