Em entrevista à Rede T de Rádios e ao Blog da Mareli Martins neste sábado, o governador Ratinho Junior (PSD) falou sobre a situação financeira do Estado e garantiu que não haverá aumento de impostos. “O cidadão paranaense não aguenta mais pagar impostos para manter a máquina pública, então temos que ter um planejamento que não comprometa o caixa do governo. E precisamos manter a nossa responsabilidade fiscal, onerando o menos possível os paranaenses”, destacou.

A ex-governadora Cida Borghetti (PP) disse, em dezembro de 2018, que deixou um saldo de R$ 5 bilhões no caixa do governo. Mas o governador Ratinho Junior afirmou que, na verdade, esse dinheiro já está comprometido para o pagamento de dívidas feitas no governo anterior.

“O valor que foi anunciado já está destinado para pagar contas feitas pelo governo que passou. Nós estamos levantado os números, mas estimamos que destes cinco bilhões, apenas de trezentos a quatrocentos mil ficarão livres para serem utilizados em investimentos, o restante está comprometido”, destacou o governador.

Ratinho Junior revelou que sua equipe está enfrentando um problema em relação às finanças do estado pela falta de informação. “Temos poucas informações na Secretaria da Fazenda, pois houve um problema, uma troca de software, em janeiro de 2018. Com essa troca, restaram apenas 60% das informações disponíveis. E por isso temos estamos trabalhando no escuro, pilotando um avião, sem saber o que tem pela frente”, disse.

O governador afirmou que tornar o estado do Paraná um bom exemplo ao país: “vamos fazer com que o Paraná seja uma referência em gestão pública em todo Brasil”. Ratinho Junior falou também sobre as concessões de pedágios, segurança pública e a composição do seu secretariado.