O PSDB na convenção estadual na noite desta quarta-feira, 1º de agosto, confirmou o nome do ex-secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, na chapa de candidatos a deputado estadual nas eleições de 7 de outubro. “Cumprimos mais uma etapa e tenho certeza que vamos alcançar os objetivos nessa nova caminhada. Fizemos e vamos fazer mais pela saúde do Paraná. Eu vou trabalhar em defesa do povo da saúde”, ressaltou Michele Caputo no final da convenção.

 
Segundo Michele Caputo, o trabalho na gestão da saúde paranaense se tornou referência nacional traduzido nos indicadores e resultados. “Somos o primeiro lugar em transplante, o Aeromédico com cinco bases regionais, mais leitos de UTI, as menores taxas de morte materna e infantil com o Mãe Paranaense, investimentos na frota de ambulâncias e vans, mais de quatro mil veículos, equipamentos, capacitação dos profissionais, uma série de ganhos importantes”, afirma.
 
“Nunca se apoiou tanto a saúde das cidades paranaenses quanto na nossa gestão. Agora precisamos fazer mais e melhor na Assembleia Legislativa. Já estamos trabalhando propostas importantes que vão consolidar os avanços e garantir que não haja retrocesso. Também trabalhamos para trazer inovações, porque o nosso povo merece. Vou lutar pelo programa HospSUS e transformá-lo em lei”, completa Michele Caputo. 
 
Para Michele Caputo, a saúde deve ser a principal politica pública de um Estado, mas outros setores – como educação, meio ambiente, segurança – também impactam nos indicadores de saúde e no bem estar dos paranaenses. “Vamos trabalhar como representante legítimo da saúde, mas também entendendo que uma série de outras condições e debates, tem quer ser feitos na Assembleia Legislativa”, enfatiza.
 
“As políticas públicas estruturam, organizam sistemas, salvam vidas e precisam se transformar em política de estado. Quero mostrar que é possível fazer a boa politica, fazer um ciclo virtuoso para a saúde pública. Chega de vicio, chega de corrupção, vamos mudar e com qualidade. Povo da saúde, eu quero representar vocês, ser a voz de todos que lutam por uma saúde pública de qualidade”, reforça Michele Caputo.