O Progressistas realizou nesta segunda-feira (11) um evento para debater o protagonismo das mulheres na política, nas relações de trabalho e no cotidiano. Batizado de “Fortalecendo o Futuro”, o encontro reuniu empresárias, profissionais liberais, políticas e empreendedoras no Palácio Garibaldi, em Curitiba. A ação faz parte de um grande movimento de filiação feminina que ocorre durante o mês de novembro em mais de 20 estados, com o objetivo de aproximar as mulheres da vida pública.

 

De acordo com a presidente da legenda no Paraná, deputada estadual Maria Victoria, o desejo é transformar o Progressistas no partido com o maior número de mulheres filiadas no Brasil.

 

“Estamos trabalhando para isso e acreditamos que as mulheres podem fazer a diferença na política e realizar um bom trabalho na vida pública. Fica o convite a se filiarem e nos ajudar, pois acreditamos que com muito trabalho vamos ter um Paraná e um Brasil melhor”, afirmou a deputada.

 

“O foco principal é mostrar que nós mulheres temos sensibilidade e inteligência emocional para contribuir na política. Grandes mulheres colocaram aqui seu conhecimento, história de luta e batalha. Cada uma na sua área com grandes exemplos”.

 

SUPERAÇÃO – O evento reuniu cerca de 300 mulheres de várias regiões do Paraná e foi divido em dois momentos. O primeiro com palestras sobre protagonismo da mulher, superação e empreendedorismo e o segundo foi um bate-papo com as principais lideranças femininas do partido.

 

A coronel Audilene contou sua trajetória e os obstáculos superados na Polícia Militar até se tornar a primeira mulher a comandar a corporação;  a empresária Clemilda Thomé, empreendedora de sucesso narrou como saiu de uma pequena cidade do interior do Paraná e ajudou a construir uma das principais empresas de implantes dentários do mundo. E a policial federal Bibiana Orsi, primeira mulher eleita para a presidência do sindicato dos policiais federais do Paraná contou sua experiência na tríplice fronteira em Foz do Iguaçu.

 

A ex-governadora Cida Borghetti, primeira mulher na história a comandar o Estado do Paraná, ressaltou que o partido busca mulheres que podem fazer a diferença na vida das pessoas.

 

“Queremos mulheres interessadas, parceiras e com vontade de fazer a diferença, por isso estamos convidando todas para formar a maior bancada feminina da história do Brasil. É um desafio, mas juntas podemos realizar este sonho”.

 

FUTURO – O projeto “Fortalecendo o Futuro” é uma iniciativa do movimento Mulheres Progressistas Nacional presidido pela deputada federal Iracema Portela (PI). No Paraná, o Mulheres Progressista é coordenado por Terezinha Beraldo Pereira Ramos, que reforçou o empenho do partido em fazer com que mais mulheres se filiem em todo o estado.

 

“O partido abre espaço para as mulheres e vamos rodar as cidades em busca de pessoas estejam dispostas a fazer parte da vida política partidária deste país”, adiantou.

 

“As mulheres ocupam   muitos espaços de poder, mas no mais democrático de todos ainda somos minoria. Precisamos mudar e isso só acontece com mulheres fortes, que juntas podem transformar esta realidade”, acrescentou.

 

A legenda já vem adotando práticas para aumentar a participação feminina. Recentemente, diretório nacional criou um programa de incentivos estabelecendo metas aos diretórios estaduais e municipais para ampliar o número de mulheres nos seus quadros.

 

PRESENÇAS – Estiveram presentes no evento o deputado federal e tesoureiro nacional dos Progressistas, Ricardo Barros, as prefeitas e prefeitos de Lobato, Tânia Martins Costa, de Paranacity, Sueli Wanderbrook, de Amaporã, Terezinha Yamakawa, de São Jorge do Ivaí, André Bovo, de Iretama, Wilson Bratac, de Jardim Olinda, Lucimar de Souza Morais, as vereadoras de Curitiba, Maria Manfron e Cacá Pereira, de Campo Largo, Bete Damasceno, de Astorga, Suzie Pucillo, de Iretama, Julia Padeira, de Quitandinha, José Ribeiro, e  lideranças locais e do interior do estado.