Prefeito Rafael Greca e a secretária municipal da Educação participam do evento de repasse da 5º parcela do Programa Fundo Rotativo da Educação em 2018, no Salão de Atos do Parque Barigui. Foto:Cesar Brustolin/SMCS

As escolas, Centros Municipais de Atendimento Infantil (CMEIs) e Centros Municipais de Atendimento Educacional Especializado (CMAEEs) recebem neste ano uma parcela a mais do programa Fundo Rotativo, que deposita recursos diretamente na conta das unidades. O dinheiro é usado para compra de materiais de limpeza, escritório e serviços rotineiros, como troca de vidros. A solenidade de entrega simbólica do recurso foi feita nesta segunda-feira (29/10), no Salão de Atos do Parque Barigui, com a presença do prefeito Rafael Greca e da secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila.

A quinta parcela tem o valor total de R$ 3.139.106,00 e está sendo creditada esta semana. Desse total, são R$ 2.197.374,20 para cota consumo (itens de limpeza, escritório e demais materiais do dia a dia escolar) e outros R$ 941.731,80 para pagamentos de serviços (pequenos reparos).

“Quero uma escola luminosa, quero o melhor para as crianças. Não poupamos esforços para cuidar de nossas escolas”, disse o prefeito. O valor depositado este ano é superior ao de 2017, quando a Prefeitura repassou às escolas R$ 12,8 milhões. Em 2018, o montante alcança R$ 15,9 milhões.

A secretária agradeceu ao prefeito o ajuste fiscal realizado em 2017, que permitiu garantir os recursos para mais esta parcela do Fundo. “Este é o momento de agradecer publicamente ao prefeito e aos vereadores pelo ajuste fiscal. Quando temos a certeza que nossos recursos são honrados ficamos muito contentes, pois dentro das nossas escolas fazemos o que há de mais precioso, que é educar nossas crianças”, afirmou Maria Sílvia.

O coordenador de Recursos Financeiros Descentralizados, Adriano Guzzoni, destacou a transparência do sistema, pois a população pode acompanhar a utilização do dinheiro pela internet.  “O Fundo Rotativo garante rapidez e transparência na compra dos itens necessários”, frisou Guzzoni.

A movimentação está registrada no sistema Gestão de Recursos Financeiros GRF, disponibilizado no site www.cidadedoconhecimento.org.br da Secretaria Municipal da Educação. Para acessar as informações, basta entrar no site e clicar no link Recursos Descentralizados, do lado esquerdo baixo da página.

Os diretores afirmam que o Fundo Rotativo é fundamental na administração das unidades. A diretora do CMEI Irmã Dorothy Mae Stang, Mônica Angélica Sampaio, ficou muito feliz com a quinta parcela e disse que já sabe onde vai utilizar o dinheiro. “Na compra de brinquedos e tatames”, adiantou.  A unidade, no Bairro Alto, atende 200 crianças. “O Fundo Rotativo nos traz rapidez na aquisição de itens e na hora de providenciar reparos”, completou Mônica.

Vandalismo

Tanto o prefeito quanto a secretária fizeram um apelo para que a comunidade ajude a cuidar das unidades e denunciar atos de vandalismo. “O vandalismo é abusivo. A visão de insegurança nasce de uma sociedade que não cultiva a vida, a beleza”, afirmou o prefeito.

A Secretaria da Educação contabiliza um gasto médio anual de R$ 310 mil para recuperação de unidades da rede municipal de ensino. O valor inclui reposição de vidros, esquadrias, cabos, tubulações, grades, telhas, portas e serviços de pintura.

O apoio da comunidade é importante para que a Guarda Municipal, a polícia e a empresa de segurança possam agir rapidamente. Além do telefone 153 da Guarda, é possível ligar para a empresa de segurança G5, no telefone 3045-7940.

Presenças

Também participaram da cerimônia a superintendente de Gestão Educacional; Elisângela Mantagute, o superintendente Executivo, Oséias Santos de Oliveira, o diretor do Departamento de Desenvolvimento Profissional, João Reis, chefes dos Núcleos da Educação e diretores das unidades.