Os servidores da Prefeitura de Curitiba receberão a primeira parcela do 13º salário no dia 19 de junho. O valor representa 50% do salário. Somados, os recursos resultarão na movimentação de R$ 120,8 milhões na economia local.

No pagamento desta parcela não são aplicados os descontos, que serão feitos quando for depositada a segunda parte do 13º salário, em novembro.

Por isso, a recomendação da Secretaria de Recursos Humanos é para que os servidores façam o planejamento financeiro para a utilização das duas parcelas da melhor maneira.

“Mantemos a prática de antecipar o 13º salário como forma de cooperar com o comércio de Curitiba e também com as famílias dos nossos colaboradores, pensionistas e aposentados”, diz o prefeito Rafael Greca.

A antecipação beneficia todos os servidores da ativa, servidores aposentados e pensionistas da Prefeitura, um total de 47,3 mil pessoas aproximadamente.

A antecipação foi garantida graças às medidas do Plano de Recuperação de Curitiba, que equilibraram as contas do Município.

Impacto positivo

A Associação Comercial do Paraná comentou o impacto positivo na economia da cidade.

“A entrada dos recursos da primeira parcela do 13º salário dos funcionários públicos municipais cria um efeito em escala importante em prol da economia e do comércio de Curitiba”, comentou o presidente da ACP, Gláucio Geara.

De acordo com levantamento do Seproc/SCPC, atualmente 51% dos consumidores curitibanos têm alguma dívida e esta injeção de recursos pode ajudar muitos a regularizar a situação e voltar a consumir.