Prefeito Rafael Greca, recepciona os novos médicos contratados pela FEAES. Foto: Pedro Ribas/SMCS

Em pouco mais de um ano, postos de saúde receberam 85 novos médicos

A partir desta segunda-feira, as unidades de saúde de Curitiba recebem 30 novos médicos. Os profissionais foram chamados a partir de um processo seletivo interno da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde de Curitiba (Feaes), que integra a administração indireta da Prefeitura de Curitiba.

Eles se somam a outros 55 médicos aprovados em concurso público e contratados entre 2018 e 2019 – 25 só nos últimos meses. Recentemente, a Prefeitura esgotou o banco do último concurso de médicos, chamando todos os aprovados.

Os 30 novos profissionais vão reforçar o atendimento em unidades de saúde de oito regionais: Boa Vista, Bairro Novo, CIC, Cajuru, Matriz, Pinheirinho, Portão e Santa Felicidade. Os médicos serão distribuídos em postos de saúde em que há vaga em aberto, após um remanejamento interno realizado que cobriu déficit em locais com alta vulnerabilidade e onde havia falta de profissionais.

“Acolhemos com alegria esse momento. É um esforço grande que a cidade faz, maior que toda a sua história, para manter o funcionamento do imenso sistema de saúde que eu comecei a criar na minha outra gestão, quando Curitiba entrou no SUS”, afirmou o prefeito Rafael Greca, durante a cerimônia de recepção aos novos profissionais, realizada na Prefeitura, na tarde desta segunda-feira (6/5).

A secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, participou da cerimônia. “Com a aprovação e apoio do Conselho Municipal da Saúde de Curitiba, entendemos que a Feaes pode nos ajudar neste momento e dar agilidade na lotação de médicos em unidades de saúde, garantindo que a população seja atendida”, disse ela.

O médico da Feaes William Korogui, 34 anos, conta que já trabalhou em unidades de saúde em outros municípios, como Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, e Joinville e Balneário Camboriú, em Santa Catarina. “Na unidade de saúde é possível criar vínculo com o paciente. Agora é uma oportunidade de fazer isso em Curitiba, na Unidade de Saúde Atenas, na CIC”, avaliou.

Antes atuante na urgência e emergência, o médico Carlos Eduardo Ferreira, 28 anos, é também um dos novos profissionais da Feaes que passará a atender em unidade básica de saúde. Já com endereço de trabalho definido – Unidade de Saúde São Paulo, no distrito sanitário do Cajuru – ele se diz otimista com a nova função. “Eu tenho um especialização em Nutrologia, então acho que essa mudança para unidade de saúde é uma oportunidade. Terei mais tempo para trabalhar com os pacientes, agendar retornos”, disse.

Presenças

Participaram também o vice-prefeito Eduardo Pimentel; o diretor-geral da Feaes, Sezifredo Paz; o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Adilson Tremura; a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila; o presidente da Cohab, José Lupion Neto; e os vereadores Píer Petruzziello, Maria Manfron, Mauro Bobato, Zezinho Sabará, Colpani, Geovane Fernandes, dr. Wolmir Aguiar e Oscalino do Povo.