Representantes de sete partidos políticos, além do PT, entidades sindicais, movimentos sociais, religiosos, e outros, lançaram nesta semana no Paraná a “Frente Suprapartidária pela Democracia”, em apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT) à presidência da República. Os grupos devem realizar uma Plenária nesta quinta-feira (18), a partir das 19 horas, na sede do MDB Paraná, na Rua Vicente Machado, 988, em Curitiba. A plenária é aberta a qualquer pessoa que queira participar. As informaçõe s são de Narley Resende no Bem Paraná.

A frente de partidos que se somam ao PT na campanha de Haddad no Estado é liderada pelo senador Roberto Requião (MDB), que não conseguiu se reeleger nas eleições deste ano, apesar de ter recebido 1,5 milhão de votos. Requião deve coordenar a frente no Estado junto com ex-deputado Angelo Vanhoni (PT) e com a senadora Gleisi Hoffmann (PT), eleita deputada federal.

Também compõe a frente integrantes do PDT, como o candidato ao Senado Nelton Friedritch, que ficou em sétimo lugar na disputa, com 269 mil votos. Expoentes do partido, como o ex-prefeito de Curitiba Gustado Fruet, entretanto, ainda não se posicionaram. Fruet foi eleito deputado federal neste ano, com 113 mil votos, e declarou ser oposição a qualquer um dos dois candidatos que for eleito presidente no segundo turno.

Nacionalmente, também integram a Frente Suprapartidária o PSB, PCdoB, PSOL, PCB, PCO e PROS, junto com as centrais sindicais CUT, CTB, Força Sindical, Conlutas, e movimentos das Mulheres, LGBTI, Negros e Negras, Juventudes, MST e MTST.