O chefe da Casa Civil Valdir Rossoni afirmou nesta sexta-feira que os investimentos realizados pelo Governo do Estado estão ajudando no crescimento da economia. Segundo dados da Secretaria da Fazenda, o Paraná foi o segundo Estado que mais aplicou recursos no exercício de 2017, com R$ 3,66 bilhões ou 10,5% da Receita Corrente Líquida.

Para o chefe da Casa Civil, o volume expressivo ajudou na recuperação da economia do Estado e um dos exemplos é o setor industrial, que voltou a crescer e encerrou 2017 com um aumento de 4,4% na produção depois de três anos de resultados negativos. O índice é quase o dobro da brasileira, que fechou o ano com alta de apenas 2,5%.

“O Paraná venceu a crise, mas isso só foi possível graças ao ajuste fiscal feito pelo governador Beto Richa. Mantivemos as contas em ordem e, mesmo diante de uma das maiores crises financeiras do país, conseguimos manter os investimentos e assim ajudar na recuperação da indústria e do comércio”, disse o secretário.

Empregos – Outro sinal do bom desempenho da economia paranaense, segundo Rossoni, é o saldo positivo na geração de empregos em 2017.  Enquanto o Brasil registrou o fechamento de vagas no acumulado dos últimos 12 meses, o estado criou 12.127 postos, o que significou um crescimento de 0,47% em relação ao mesmo período em 2016.

Foi o segundo melhor resultado da região Sul e o quinto do país. A informação é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho.

“Hoje o Paraná é destaque no cenário e na imprensa nacional. Nosso governo agiu na hora certa e conseguiu evitar que o Estado entrasse na quebradeira que atingiu quase todo o país. Fizemos a lição de casa e estamos conseguindo proporcionar mais qualidade de vida à nossa população”, afirmou.