Rogério Schietti diz ainda que governadores e prefeitos estão carentes de uma “voz nacional” que exerça o papel de um “líder eleito democraticamente”

Revista Forum –  O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Rogério Schietti Cruz, afirmou em decisão proferida nesta quarta-feira (20) que o país vive um (des)governo no Ministério da Saúde.

Ainda de acordo com ele, decisões do presidente Jair Bolsonaro em meio à pandemia, assim como de Donald Trump, são irresponsáveis. A afirmação consta em decisão de Schietti contra o fim do isolamento social em Pernambuco.

“Nesse ínterim, continua o país (des)governado na área de saúde – já se vão 6 dias sem um titular da pasta – mercê das iniciativas nem sempre coordenadas dos governos regionais e municipais, carentes de uma voz nacional que exerça o papel que se espera de um líder democraticamente eleito e, portanto, responsável pelo bem-estar e saúde de toda a população, inclusive da que não o apoiou ou apoia”, afirmou o ministro.

Na decisão, o ministro aponta ainda que, com exceção do Brasil e Estados Unidos, talvez em nenhum outro país “o líder nacional se coloque, ostensiva e irresponsavelmente, em linha de oposição às orientações científicas de seus próprios órgãos sanitários e da Organização Mundial de Saúde”.

Com informações da Veja.