DCM – Da coluna de Mônica Bergamo, na Folha:

A advogada Guiomar Mendes, mulher do ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), que estaria na tal lista, diz que a “Receita pode investigar o que quiser. Tudo o que eu adquiri foi declarado, pago meus impostos”.

Ela diz que parte de seu patrimônio, como um imóvel no Lago Sul de Brasília, é de família. “Fui nascida rica. Meu pai me deu essa casa”, afirma.

A Receita já afirmou, em nota, que “não há procedimento de fiscalização em desfavor” dela e de Mendes e que houve, na verdade, um “procedimento de análise preliminar, de caráter interno” sobre eles.