O Ministério das Relações Exteriores de Cuba publicou em 24 de agosto um relatório para criticar o embargo dos EUA aos setores econômico, financeiro e comercial do país.

As perdas econômicas que sofreu com o bloqueio dos EUA de abril do ano passado a março deste ano totalizaram US $ 4,3 bilhões, segundo o relatório, denunciando-o como uma violação sistemática dos direitos humanos.

Considerando a depreciação do valor do dólar, as perdas econômicas acumuladas por quase 60 anos totalizam US $ 933,6 bilhões, observou o relatório. “Cuba denuncia repetidamente essa política dos EUA como uma violação em grande escala, hedionda e sistemática dos direitos humanos de nosso povo”.

O relatório será apresentado à Assembléia Geral da ONU este ano.

 

Pyongyang Times