O secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, visitou as obras do Centro de Saúde da Mulher do Hospital do Trabalhador, em Curitiba – um investimento de R$ 131 milhões por parte do Estado. O centro, com 90% das obras concluídas e com a entrega prevista para o primeiro semestre de 2019, vai ampliar o número de leitos do hospital de 222 para 302. “Além do diferencial da estrutura que vemos, este centro vai contar com equipamentos de última geração que já estão em fase de aquisição”, disse Michele Caputo.

O centro de saúde tem 4 mil metros quadrados. A nova ala abrigará a maternidade, serviços de ginecologia e obstetrícia, terapia intensiva pediátrica e neonatal, terapia intensiva adulta feminina, enfermarias e leitos de internação. A edificação terá três pavimentos, com 80 leitos, 30 de UTI – 10 exclusivamente femininos e 20 neonatais – além de dois centros cirúrgicos.

Um dos diferenciais do novo centro será a oferta de 10 leitos de UTI neonatal para prematuros extremos, abaixo de 1,5 quilo.

Em média, o hospital faz cerca de 250 partos, 80 deles cesáreas, além de aproximadamente de 1,6 mil atendimentos obstétricos por mês.


O hospital conta com o maior pronto-socorro público do Paraná e é considerado um dos melhores do país. Referência para a população de Curitiba e região metropolitana, realiza em torno de 230 mil atendimentos por ano. A unidade é ainda um hospital de ensino – campo de estágio e residência nas áreas de medicina, enfermagem, fisioterapia, terapia ocupacional e farmácia, entre outras especialidades.

(foto: Venilton Kuchler/Sesa)