Em reconhecimento à atuação de destaque no fortalecimento da assistência farmacêutica, o ex-secretário de Saúde do Paraná, Michele Caputo Neto recebeu nesta segunda-feira (14) em Curitiba, importante honraria da Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil. 

 

A Láurea “João Florentino Meira de Vasconcellos” de Inovação Farmacêutica é concedida a profissionais que se destacam em atividades de prestação de serviços, produção científica, disseminação do conhecimento e empreendedorismo em ciências farmacêuticas e afins.

Michele Caputo foi o primeiro farmacêutico a ocupar o cargo de secretário de Saúde do Paraná (2011-2018). Antes disso, também foi o primeiro secretário de Saúde de Curitiba. Durante todo este período desenvolveu uma série de projetos em prol da assistência farmacêutica. Destaque para o programa Farmácia do Paraná, que revolucionou a assistência farmacêutica no Estado.

“Tenho um orgulho muito grande de ser farmacêutico e sempre lutei pelo reconhecimento da categoria, desde os tempos de universidade”, enfatiza Michele Caputo. “Por conta disso, receber uma honraria como esta se torna mais um estímulo nesta missão de carregar a bandeira dos Farmacêuticos e da Saúde Pública em meus novos projetos”, declarou.

Servidor público – 
Michele Caputo é pré-candidato à deputado estadual no Paraná. Formado em Farmácia na Universidade Estadual de Maringá, integra a turma de 1984. Servidor público de carreira da Secretaria de Estado da Saúde, ingressou em 1985, na gestão do então governador José Richa.

Ao longo da carreira pública, também foi chefe de gabinete da Fundação Nacional de Saúde, chefe da Vigilância Sanitária Estadual, diretor-geral do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), diretor dos Órgãos Produtores de Insumos e Imunobiológicos da Secretaria de Estado da Saúde e Presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Escola – 
Sobre a Láurea: João Florentino Meira de Vasconcellos nasceu em 1865, na cidade do Pilar, na então província Paraíba do Norte. Diplomou-se em Farmácia em 1886 pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro. Estabeleceu-se na cidade de Campinas, São Paulo, com a “Farmácia Meira”, a qual foi transferida posteriormente para a cidade de São Paulo, onde começou a exercer também atividades políticas, seguindo os passos de seu pai.

Em 1896 fundou a “Sociedade Farmacêutica”, a qual presidiu com brilhantismo. Essa Sociedade foi a semente da “Escola Livre de Farmácia”, fundada em 12 de outubro de 1898, que deu origem à Faculdade de Farmácia e Odontologia da Universidade de São Paulo, embrião da atual Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP.

Na “Escola Livre de Farmácia” foi Professor Catedrático de “Farmácia: Teoria e Prática”. Foi pesquisador e publicou o livro “Elementos de Farmácia”. Outro fato digno de nota, entre tantas realizações do Prof. Meira de Vasconcellos, foi sua participação ativa na organização e promoção da “Farmacopéia Paulista”, oficializada em 31 de maio de 1917, trabalhando incansavelmente pela sua adoção no Estado de São Paulo.

(foto: assessoria)