O deputado eleito Michele Caputo (PSDB) participou nesta terça-feira, da primeira plenária de 2019 do Coren-PR (Conselho Regional de Enfermagem do Paraná) em Curitiba. “Na pauta, discussões importantes como a limitação do EAD (ensino à distância) nos cursos da saúde e melhores condições de trabalho e descanso para a enfermagem na área hospitalar”, disse Michele Caputo que toma posse no próximo dia 1º de fevereiro na Assembleia Legislativa.

“Agradeço a presidente Simone Peruzzo pelo espaço e me coloco à disposição da categoria. Vamos juntos lutar por uma saúde melhor”, completou.

Para Michele Caputo, a graduação em saúde não pode ser feita na modalidade de educação à distância e ele explica os motivos. “O cuidado com a saúde exige uma experiência prática de todo profissional formado na área”, disse.

Segundo o deputado eleito, as profissões na área de saúde têm como essencial “o treinamento prático para substanciar a formação dos profissionais que cuidam das pessoas. Isto está indissociável na formação de qualquer profissional na área”, disse.

Ao todo, são 14 categorias profissionais de saúde de nível superior reconhecidas pelo Conselho Nacional de Saúde: assistentes sociais, biólogos, biomédicos, profissionais de educação física, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos, médicos veterinários, nutricionistas, odontólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais.