O secretário de Segurança do Paraná, Wagner Mesquita, assinou contrato para construção de uma penitenciária modular com capacidade para 546 presos no complexo de Piraquara, região metropolitana de Curitiba. A obra, orçada em R$ 35 milhões, será erguida em oito meses. “O Paraná é um dos poucos estados que já fez o dever de casa. Aplicamos estes recursos na compra de equipamentos para os agentes penitenciários, em viaturas, armamentos e na nova unidade prisional”, explicou Mesquita.
 
Além desta nova unidade, o Paraná investiu na ampliação e construção de 14 novas penitenciárias que vão abrir sete mil novas vagas. Duas delas já estão em andamento – Centro de Integração Social de Piraquara e Cadeia Pública de Campo Mourão – e outras quatro devem começar ainda em 2017: Penitenciária Estadual de Piraquara 2 (501 novas vagas), Penitenciária Industrial de Cascavel (334 novas vagas), Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu (501 vagas) e Casa de Custódia de Piraquara (334). As demais oito obras devem ter início nos primeiros meses de 2018. O investimento é de pouco mais de R$ 130 milhões – R$ 30 milhões são de contrapartida do Estado. Os recursos estão assegurados na Caixa Econômica Federal.

(foto: Larissa Portes/Sesp)

Área de anexos