Rua General Mario Tourinho terá faixa exclusiva para ônibus. Foto: Pedro Ribas/SMCS

A mais nova etapa da construção da trincheira entre a Avenida Nossa Senhora Aparecida e a Rua Mário Tourinho, no Seminário, começará nesta quarta-feira (9/1). A faixa da direita da Mario Tourinho após a Fonte de Jerusalém, sentido Parque Barigui, terá bloqueio a partir das 9h para instalação do espaço que será utilizado para confecção das vigas de concreto necessárias para a obra.

Como apenas uma das faixas será interditada e as outras duas faixas estarão liberadas aos veículos, a Superintendência de Trânsito de Curitiba (Setran) fará o monitoramento do fluxo pela região e do tempo de abertura dos semáforos, para evitar transtornos e congestionamentos. O próprio período de férias de janeiro favorece o bloqueio da pista, já que há menos veículos nas ruas e o trânsito está mais tranquilo no local.

A nova trincheira no Seminário trará mais segurança e agilidade a todos que costumam utilizar a Rua Mário Tourinho e a Avenida Nossa Senhora Aparecida. Há poucos dias, também foram descarregadas no local as estacas metálicas que serão utilizadas nas obras. As 216 estacas, que totalizam 93 toneladas de material, foram descarregadas no canteiro de obras próximo ao cruzamento. Fabricadas na Polônia, as peças serão utilizadas para estruturar as paredes laterais da trincheira.

Além de reuniões constantes para discutir as melhores alternativas para executar o projeto da trincheira, outras etapas da obra já foram cumpridas. No dia 2 de novembro de 2018, por exemplo, com a autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, foram cortadas quatro árvores que estavam no terreno que será ocupado pela nova trincheira. A Prefeitura já adotou as medidas ambientais compensatórias e, nos últimos meses de setembro e outubro, foram plantadas 110 mudas de araucárias no Eixo de Animação Arthur Bernardes, no bairro Santa Quitéria.

Bloqueio completo do cruzamento

O bloqueio integral do cruzamento da Mário Tourinho e Nossa Senhora Aparecida só será feito quando todos os materiais e equipamentos necessários para os serviços neste trecho estiverem no local.

Já as outras etapas da obra continuarão a ser executadas sem bloqueio completo do cruzamento. Dessa maneira, o trabalho ficará mais ágil e irá gerar menos transtornos para a população.

A Prefeitura sempre informará com antecedência os passos da obra.

Mário Tourinho terá faixa exclusiva para facilitar o trajeto dos ônibus

A General Mário Tourinho será a quinta rua da cidade a ganhar uma faixa de trânsito exclusiva para a circulação dos ônibus. A novidade será implantada pela Prefeitura na extensão de 1,1 quilômetro, entre a Avenida Vicente Machado e o Terminal Campina do Siqueira.

“A faixa exclusiva, localizada ao lado direito da rua, vai proporcionar mais qualidade aos passageiros do transporte coletivo. Nos horários de pico, são, em média, 17 minutos para percorrer esse trecho”, afirma a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

Por ali passam, diariamente, cinco linhas do transporte coletivo: Interbairros II, Capão Raso/Campina do Siqueira, Inter 2, Inter 2 (reforço entre Capão Raso e Campina do Siqueira) e Pinhais/Campo Comprido. São 89 ônibus e cerca de 63 mil passageiros por dia.

Os trabalhos de sinalização, de responsabilidade da Setran, começaram na primeira semana do ano. Estão sendo colocadas novas placas de trânsito e a pintura específica para a faixa exclusiva, que consiste em uma linha branca contínua e, como complemento, uma linha verde, além da legenda “Ônibus” no pavimento.

“A previsão é que a pintura seja concluída até o dia 18. Com o término do serviço, agentes de trânsito farão por 15 dias a orientação aos motoristas que trafegam rotineiramente pela via”, informa Rosangela.

Nesse período de adaptação, os condutores que circularem pela faixa serão orientados, mas não multados. Na sequência, veículos que não forem ônibus e insistirem em trafegar pela faixa exclusiva poderão ser autuados pela fiscalização de trânsito.

A infração – de natureza gravíssima – acarreta a perda de sete pontos na carteira de habilitação, multa de R$ 293,47 e remoção do veículo, conforme o inciso III do artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB): “transitar com o veículo na faixa ou via de trânsito exclusivo, regulamentada com circulação destinada aos veículos de transporte público coletivo de passageiros, salvo casos de força maior e com autorização do poder público competente.”

Como circular?

A superintendente de Trânsito explica como os motoristas devem proceder no trecho com faixa exclusiva para o ônibus, quando desejarem acessar imóveis e realizar conversão à direita para as ruas transversais.

“Para esses casos, existe uma linha tracejada pintada no pavimento que permite o acesso, nos mesmos moldes das faixas exclusivas já existentes”, diz ela, referindo-se a trechos de outras quatro ruas: XV de Novembro, Marechal Deodoro, Conselheiro Laurindo e Desembargador Westphalen.

Taxistas podem circular pela faixa exclusiva do transporte coletivo, desde que estejam transportando passageiros, conforme prevê decreto municipal 472/2016. No entanto, os táxis são proibidos de parar nas faixas exclusivas,  inclusive para embarque e desembarque.

Nova trincheira

A implantação da faixa exclusiva para o transporte coletivo está conectada à obra de grande porte para construção da trincheira da Avenida Nossa Senhora da Aparecida com a Rua General Mário Tourinho.

Quando a trincheira for concluída, quem estiver na movimentada Mário Tourinho, ao trafegar neste cruzamento, vai passar por baixo da Avenida Nossa Senhora Aparecida.

A nova trincheira vai aumentar a capacidade de escoamento dos veículos, eliminando os pontos de conflito. A expectativa da administração municipal é de que 41 mil veículos passem, então, pela Mário Tourinho. Na Nossa Senhora Aparecida, o cálculo é de que serão 15,6 mil veículos diariamente.