Aquela inesquecível imagem do ex-deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures andando apressadamente com uma mala contendo R$ 500 mil em espécie de dinheiro de propina paga pela JBS acaba de cair mais uma posição no ranking de cenas dantescas da corrupção que tomou conta do Brasil nos últimos tempos. As informações são do Alerta Paraná.

É que outra mala com nada menos que R$ 800 mil foi apreendida na manhã desta quinta-feira (28) pela Polícia Federal durante a Operação Decantação, deflagrada para investigar fraudes em licitações da Saneago, a Companhia de Saneamento de Goiás.

O “tesouro” estava na casa de uma mulher ligada ao ex-governador tucano José Eliton, um dos alvos da ação, e a operação foi desenvolvida na capital Goiânia e na cidade de Aparecida de Goiânia.

De acordo com a PF, empresários, dirigentes da empresa e agentes públicos são investigados pelo desvio de R$ 28 milhões ocorrido entre 2012 e 2016, período em que José Eliton substituiu Marconi Perillo no comando do governo daquele Estado.

(Foto: Divulgação PF)