Grupo de juristas vai lançar nesta segunda-feira 15 um manifesto de apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT), que já reúne mais de 1,2 mil assinaturas; a manifestação foi organizada pelo grupo “Prerrogativas”; um dos organizadores, Marco Aurélio de Carvalho, afirma que o apoio é pluripartidário e reúne todos aqueles que veem a disputa como um embate “entre a civilização e a barbárie”

Brasil  247 Grupo de juristas vai lançar nesta segunda-feira 15 um manifesto de apoio à candidatura de Fernando Haddad (PT), que já reúne mais de 1,2 mil assinaturas. A manifestação foi organizada pelo grupo “Prerrogativas”. Um dos organizadores, Marco Aurélio de Carvalho, afirma que o apoio é pluripartidário e reúne todos aqueles que veem a disputa como um embate “entre a civilização e a barbárie”.

Entre os nomes que assinaram o manifesto está o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence, que atua na defesa do ex-presidente Lula, advogados como Alberto Zacharias Toron e Pierpaolo Bottini, além de juristas ligados ao PSDB, como Rubens Naves e Belisário dos Santos Júnior.

Para o grupo de juristas, Haddad é o único nome, no segundo turno, “capaz de garantir a continuidade do regime democrático e dos direitos que lhe são inerentes, num ambiente de paz, de tolerância e de garantia das liberdades públicas”.

O grupo também está articulando um “observatório da violência”, a fim de denunciar às autoridades os casos de agressões ocorridas em decorrência de divergências de opiniões políticas nesta eleição, praticadas por bolsonaristas. Além disso, foi montado um “bunker jurídico” informal para ajudar o PT a combater a disseminação de fake news, informa reportagem do Valor Econômico.