“Economistas sorriem amarelo, sem graça com as previsões furadas de recuperação. Mais que isso, parecem desnorteados, sem explicações precisas para o fato de mesmo o broto verde e mirrado do PIB estar murchando.  Empresários parecem com medo, nervosos ou acham que a retomada de 2019 deu chabu”, aponta o jornalista Vinícius Torres Freire

Brasil 247 Ninguém mais acredita na capacidade de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes de estimular economia brasileira, duramente atingida pelo golpe de 2016. “Economistas sorriem amarelo, sem graça com as previsões furadas de recuperação. Mais que isso, parecem desnorteados, sem explicações precisas para o fato de mesmo o broto verde e mirrado do PIB estar murchando. Empresários parecem com medo, nervosos ou acham que a retomada de 2019 deu chabu”, diz o jornalista Vinícius Torres Freire, em sua coluna.

“Começou a bater um desespero na praça, em suma. Para dizer uma obviedade necessária, não há investimento para levar adiante algo que pareça uma recuperação (crescimento além de 2%). Dada a capacidade ociosa de produção em quase toda parte, na indústria em particular, não era de esperar resultado muito diferente.”