Na TV iraniana, um narrador pede a doação de US$ 1 de cada apoiador do povo iraniano para que se colete US$ 80 milhões e se dê de “presente para quem trouxer a cabeça da pessoa que ordenou a morte da grande figura da nossa revolução”

247 – Em meio ao canto de “morte para a América” entoado pelo povo iraniano nas ruas e pelos parlamentares dentro do prédio do Congresso do Irã neste domingo 5, nasceu na TV iraniana uma campanha que oferece 80 milhões de dólares a quem ‘conseguir a cabeça’ do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O ódio tem crescido depois da ordem do assassinato, por parte de Trump, do general iraniano Qassem Soleimani, um herói local. O governo do Irã  prometeu revidar e, pelo Twitter, o presidente dos EUA anunciou que, caso o os americanos sejam atacados, poderão reagir “de maneira desproporcional”.

Diz o narrador da TV no Irã, mostrando imagens dos milhões de iranianos que homenagearam Soleimani nas ruas: “Nós queremos fazer algo. E se cada pessoa em todo o mundo que apoiar nossa iniciativa em Mashhad – em nome dos cerca de 80 milhões de iranianos – doar US$ 1 cada, isso daria US$ 80 milhões”.

“E nós daríamos esses US$ 80 milhões, em nosso próprio nome, como um presente para quem trouxesse a cabeça da pessoa que ordenou a morte da grande figura da nossa revolução”, prossegue.

“Cante, se você concorda”, finaliza o narrador, incentivando o grito de “Death to America”, – ou “morte para a America” – que tem sido entoado pelos iranianos.