Fernando Brito – Tijolaço

A Globo já não é mais “a dona do pedaço”.

Pelo menos, não de todo ele.

A “errata” lida ontem por William Bonner sobre a informação – errada – de que o Intercept teria afirmado que a fonte dos diálogos não seria um hacker é um sinal disso.

A emissora não quer “bater de frente” com Glen Greenwald, é evidente.

E não quer porque sabe perfeitamente até onde podem ir as revelações contidas nos diálogos vazados.

Quem tiver memória vai lembrar que o Intercept chegou a cogitar uma parceira com a Globo para a publicação do seu “furo”.