As Forças de Segurança da Venezuela Bolivariana prenderam novos terroristas, mercenários financiados pelos EUA e treinados em Detroit.

Os terroristas tentaram entrar pelo estado de La Guaira e foram interceptados, capturados ou mortos pelas Forças de Segurança venezuelana. Os capturados confessaram que o objetivo era entrar no país a partir da Colômbia e assassinar lideranças políticas venezuelanas.

Os terroristas presos identificados como Enderson Isrrael Ríos, Wilmer Oswaldo Salinas Sánchez, José Armando Alvarado, José Alberto Socorro e Martín Alvarez, todos vinculados a operação Gedeón, contratados por Guaidó e Alcala através da empresa terrorista Silvercorp.

Guaidó está contratando terroristas e mercenários estrangeiros, dando como garantia petróleo venezuelano.

Entre os terroristas capturados está o filho do general Baduel, um general venezuelano cooptado pelo governo norte-americano. Entre os mortos está o ex militar conhecido como Pantera.

Este ataque terrorista revela mais uma vez o envolvimento direto do governo imperialista dos Estados Unidos da América tentando desestabilizar o governo bolivariano da Venezuela, tentando colocar em seu lugar uma marionete qualquer para dominar o petróleo venezuelano, as maiores reservas do mundo.

Confira os vídeos:

Este é o filho do general Baduel, capturado com os terroristas, confessando o envolvimento de militares norte-americanos da cidade de Detroit, nos EUA.

Pantera, liquidado pelas Forças de Segurança da Venezuela

Vídeo descoberto por Patricia Poleo mostra o desertor Javier Nieto em companhia de Jordan Goudreau, um mercenário membro das Forças Especiais dos EUA, confirmando as operações terroristas na Venezuela.

 

Fonte: Lechuguinos.com