Fiscais da Urbs fazem blitzes madrugueiras nos ônibus. Foto: Luiz Costa/SMCS

Na madrugada, antes de os passageiros começarem a embarcar nos ônibus, fiscais da Urbs (Urbanização de Curitiba S/A) percorrem as garagens das empresas do transporte e os terminais da cidade para verificar as condições dos veículos que irão para as ruas.

As blitze surpresas acontecem todas as semanas, entre 4h e 6h30, nas nove empresas que têm o contrato de concessão com a Urbs. Neste ano, também ocorrem nos terminais da cidade, logo que os ônibus chegam para a primeira viagem do dia. Neste caso, são feitas em veículos de diversas empresas.

“A avaliação precisa ser feita antes de os passageiros embarcarem, quando os ônibus estão preparados para iniciar a fiscalização”, diz Sandro de Oliveira, coordenador da Área de Fiscalização do Transporte Coletivo.

Os fiscais verificam a limpeza dos ônibus, o funcionamento dos equipamentos de segurança, como extintores e travas de portas, as luzes de freio, o estado geral dos veículos.

No ano passado, foram 84 blitzes, que renderam 248 registros de ocorrências por problemas detectados pelos fiscais. Em janeiro a fevereiro deste ano, os fiscais já emitiram 50 registros em 15 vistorias surpresas.

“Quando encontramos alguma inconformidade orientamos para ser imediatamente corrigida, caso contrário a empresa é notificada”, explicou Edésio Moacir Korb, líder da equipe de fiscalização.

 

Ano                Total de Blitze                     Total de notificações

2017                       90                                          169

2018                       84                                          248

2019 (até fev)         15                                          50