A secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, disse nesta terça-feira, 26, no 1º Encontro Regional em Defesa da Mulher, que é importante tratar do assunto constantemente para reduzir índices de violência contra a mulher. “A violação de direitos a gente não admite, não pode mais acontecer. É muito bom que a parceria com a prefeitura exista, porque é dentro da cidade que a gente consegue resolver os problemas que acontecem em todo o estado”, disse Fernanda para 200 pessoas na cidade de Fernades Pinheiro.

O encontro, organizado pela secretaria e prefeitura local, reuniu técnicos e gestores da rede socioassitencial das nove cidades que compõem a regional da secretaria, além de lideranças da comunidade. A iniciativa surgiu dos encontros mensais com profissionais dos centros de referência de assistência social (Cras) e de referência especializado (Creas).

AVANÇOS –  A Secretaria da Família implantou o sistema Business Intelligence (BI) que mapeia as principais violências contras as mulheres. “Dessa forma podemos atuar de acordo com a realidade do estado, concentrando esforços e atendendo aqueles que mais precisam”, comentou a secretária da Família.

Desde 2011, o número de conselhos municipais dos direitos da mulher aumentou de 8 para 86 e de organismos municipais para esse público, de 15 para 25. Além de apoiar essas iniciativas e investir em programas sociais, a Secretaria da Família lançou o dispositivo de segurança preventiva, o botão do pânico. Em parceria com municípios, o equipamento dá mais segurança a mulheres sob medida protetiva.

A secretaria também promove campanhas de sensibilização e orientação. Os vídeos contra todos os tipos de violência da campanha “Você Pode Mais”, lançada no ano passado, tiveram mais de 8 milhões de visualizações. Os vídeos ainda podem ser vistos no site da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social.