Uma operação do MP-RJ prendeu na manhã desta terça-feira (3) os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus. Mais três pessoas são suspeitas de participação em um esquema de superfaturamento em contratos feitos entre a Prefeitura de Campos e a construtora Odebrecht

247 – Uma operação do Ministério Público do Rio (MP-RJ) prendeu na manhã desta terça-feira (3) os ex-governadores Anthony Garotinho e Rosinha Matheus. Mais três pessoas são suspeitas de participação em um esquema de superfaturamento em contratos feitos entre a Prefeitura de Campos e a construtora Odebrecht. Somadas, as licitações ultrapassaram o valor de R$ 1 bilhão custeados pelos cofres públicos municipais. De acordo com o MP, as contratações foram superfaturadas e permeadas pelo pagamento de quantias ilícitas, em espécie, em favor dos ex-governadores.

O MP-RJ fez a denúncia a partir de investigações sobre superfaturamento em contratos celebrados entre a Prefeitura de Campos e a construtora Odebrecht, para a construção de casas populares dos programas “Morar Feliz I” e “Morar Feliz II” durante os dois mandatos de Rosinha como prefeita entre 2009 e 2016.

Os  mandados são cumpridos no Rio de Janeiro e em Campos dos Goytacazes.