Hospital improvisado para atender vítimas do coronavírus em Madrid (Reuters)

Espanha supera a China no total de mortos e se aproxima do recorde da Itália de número de óbitos registrados em um único dia. Dados revelam um avanço mais rápido e amplo do que o caso italiano

A Espanha superou o número de mortes registradas na China em decorrência do novo coronavírus, segundo dados fornecidos nesta quarta-feira (25) pelo ministério da Saúde. O país já registou 3.434 mortes desde o início do surto, sendo que 738 delas nas últimas 24 horas.

O número total de casos registrados subiu 20% nesta terça-feira em relação ao dia anterior, atingindo 39.673 infectados, segundo o último balanço do Ministério da Saúde.

A expectativa é a de que a extensão do estado de emergência acordado pelo governo seja ratificada nesta quarta no Congresso.

De acordo com especialistas, o coronavírus na Espanha está se espalhando de forma mais rápida e ampla do que na Itália. Diferentemente do caso italiano, onde 80% das mortes ocorreram em apenas três regiões, o país ibérico registrou um acelerado aumento em áreas espalhadas por todo o território.

No mundo

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o número de mortos no mundo vem subindo todos os dias — só da última terça (24) até esta quarta (25) foram 2 mil novos óbitos registrados em função da doença.

Na Itália, 743 mortes foram registradas nas últimas 24 horas, elevando o número de vítimas para 6.820. A região da Lombardia, no norte do país, foi a que mais teve mortes nas últimas 24 horas. O balanço oficial do governo italiano fala em 400 mortes.

O chefe da agência de proteção civil italiana, Angelo Borrelli, disse em entrevista ao jornal “La Repubblica” que a Itália pode ter dez vezes mais casos do que os certificados oficialmente. Isso significaria mais de meio milhão de infectados em território italiano (630 mil).

A taxa de mortalidade na Itália é de 8,8% e 95,4% dos mortos têm 60 anos ou mais. A região da Lombardia foi a primeira a ter casos comunitários de coronavírus no país.

Números crescem também de forma alarmante nos Estados Unidos, que já tem 55 mil casos confirmados, a maioria deles na cidade de Nova Iorque, que já registrou 231 mortes.

Pragmatismo Político