A guerra deixa uma mancha de vítimas, prejuízos e desastres por onde passa. O Irã admitiu que derrubou por acidente um avião que vinha da Ucrânia, para Teerã, a capital do país, no mesmo dia que bombardeou bases americanas. Cabe lembrar que tal erro também ocorreu com os EUA em conflito com o Irã ao lado do Iraque, em 1988, no dia 3 de junho de 1988, um avião com 290 pessoas  foi derrubado por um míssil norte-americano. O erro dos EUA derrubou o avião comercial iraniano.

O Irã admitiu ontem (10) que derrubou acidentalmente um avião da Ukraine Internacional Airlines, modelo Boeing 737,. Um erro de tamanha gravidade também foi cometido pelos Estados Unidos em 1988. Comandante iraniano afirmou que soldado teria disparado um míssil sem permissão do seu superior.

Em 3 de junho de 1988, um Airbus  A300 da Iran Air, que tinha cerca de 290 passageiros, com 66 crianças, foi derrubado por um míssil disparado a partir de um navio americano. O avião foi abatido quando sobrevoava o Golfo Pérsico, quando ia para Dubai nos Emirados Árabes Unidos.

O fato ocorreu na guerra entre Irã-Iraque. O Iraque foi aliado dos EUA. Os americanos confundiram o avião comercial com um caça militar F-14.

Segundo os tripulantes do navio americano, eles tentaram entrar em contato com o avião, mas não conseguiram.

O episódio é bem didático, para fazer um paralelo agora que o Irã admitiu, depois de dias, que tinha derrubado um avião ucraniano.

Rússia condenou o Irã e EUA

A Rússia um dos principais aliados do Irã, condenou a queda do avião ucraniano em Teerã, no entanto eles entendem que o Irã foi provocado pelos EUA para reagir militarmente.

 

Falando Verdades