O ataque aéreo dos EUA contra a base aérea de Shayrat resultou na morte de 4 crianças, disse à Sputnik uma fonte em Homs.

“Segundo os nossos dados, entre os mortos estão quatro crianças. Elas eram de famílias simples que viviam perto da base aérea. Não tenho mais para dizer”, declarou a fonte.

Anteriormente um oficial da base aérea havia declarado sobre a morte de 10 efetivos.

Na madrugada desta sexta (noite da quinta-feira no Brasil), o presidente dos EUA, Doland Trump, ordenou um ataque com mísseis contra a base aérea de Shayrat, na província síria de Homs, por ter alegadamente servido também como base para um suposto ataque químico. O Pentágono informou que 59 mísseis Tomahawk foram lançados.

Dos 59 mísseis disparados pelos EUA apenas 26 mísseis atingiram a base síria, informou o porta-voz do Exército da Síria. Além disso, os caças sírios abrigados em estruturas de concreto e ferro não foram danificados. Portanto, o ataque fracassou.

A partir de agora a Rússia rompeu o acordo de não-agressão com os EUA na Síria e passará a fornecer mísseis para a defesa anti-aérea da Síria, para serem usados contra os ataques norte-americanos. Especialistas afirmam que o mundo começa a vivenciar a Terceira Guerra Mundial.

Redação com Sputniknews

Terroristas agradecem ao presidente Trump por atacar o Exército Sírio