O vice-prefeito Eduardo Pimentel esteve nesta segunda-feira nas audiências da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) com ministros do governo federal, em Brasília, para tratar de assuntos de interesse dos municípios brasileiros. Ele representou o prefeito Rafael Greca no encontro. Foto:Bruna Lima

O vice-prefeito Eduardo Pimentel esteve nesta segunda-feira nas audiências da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) com ministros do governo federal, em Brasília, para tratar de assuntos de interesse dos municípios brasileiros. Ele representou o prefeito Rafael Greca no encontro.

Além de apresentarem as principais demandas municipais, os prefeitos também trataram do aprimoramento do pacto federativo. “Os prefeitos estão unidos para que cada vez mais o governo federal fortaleça os municípios brasileiros, dando a eles autonomia e revendo o pacto federativo. Precisamos de mais Brasil e menos Brasília”, afirmou Eduardo Pimentel.

A primeira audiência do grupo, liderado pelo presidente da FNP, Jonas Donizette, prefeito de Campinas, foi com o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Regional, Antônio Futuro. Com a posse do presidente Jair Bolsonaro, a pasta vai reunir programas antes sob responsabilidade dos extintos ministérios das Cidades e da Integração Nacional.

Foram tratadas a manutenção e a ampliação dos investimentos em infraestrutura, saneamento, habitação e coleta e destinação de resíduos sólidos. “Temos em Curitiba um grande programa de obras que estão sendo financiadas pelo governo federal através do Ministério do Desenvolvimento Regional. Precisamos da segurança de que teremos a continuidade dos investimentos”, afirmou Pimentel.

O vice-prefeito citou novas obras que terão apoio do governo federal na cidade, como a construção do último lote da Linha Verde, o reperfilamento do Rio Pinheirinho e a implantação de asfalto em ruas de saibro.

Segurança

Durante o encontro com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, os prefeitos apresentaram demandas na áreas de segurança e pediram mais integração entre as forças policiais com apoio às guardas municipais.

“Esse é um dos assuntos que os prefeitos são mais cobrados em seus municípios. Precisamos de integração para que consigamos avançar e melhorar a segurança pública das cidades brasileiras”, afirmou Pimentel.

Diálogo

Em audiência com o ministro Santos Cruz, da Secretaria de Governo, os prefeitos destacaram a importância de uma interlocução forte entre municípios e governo federal por meio da pasta. A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) reúne os 400 municípios brasileiros com mais de 80 mil habitantes, o que representa todas as capitais, 60% da população e 75% do PIB.

A agenda de visitas foi encerrada com audiência com o ministro da Cidadania, Osmar Terra. Na quarta-feira, o grupo de prefeitos  será recebido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Na pauta, a situação financeira dos municípios e a reforma da Previdência.

Também participam das audiências os prefeitos de Aracaju/SE, Edvaldo Nogueira; Florianópolis/SC, Gean Loureiro; Recife/PE, Geraldo Julio; Teresina/PI, Firmino Filho; Belém/PA, Zenaldo Coutinho; Rio Branco/AC, Socorro Neri; e de Maceió/AL, Rui Palmeira.