Rio 247 – O empresário Eike Batista produziu, junto com seus advogados, pelo menos oito anexos da sua proposta de delação premiada que será entregue ao Ministério Público Federal no Rio de Janeiro.

De acordo com informações do Broadcast, serviço de notícias do Estadão, nesses documentos, ele irá citar o ex-governador Sergio Cabral e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega.

Sobre o ex-presidente Lula, Eike relatará o lobby que o então presidente fez pelas empresas do Grupo X, mas ressaltará que o petista nunca fez nenhum pedido formal para que contribuísse nas campanhas eleitorais.