O vice-presidente do Grupo Globo, João Roberto Marinho, desembarca nesta quarta-feira, 21, em Brasília, diante do agravamento da crise no Supremo Tribunal Federal sobre a rediscussão da prisão após condenação em segunda instância.

Conforme o 247 apurou, João Roberto Marinho vai tentar convencer ministros do STF a apoiarem a decisão da ministra Cármen Lúcia, de permanecer engavetada a rediscussão do tema, que já tem maioria formada para derrubar a medida e garantir a presunção da inocência até o julgamento nas instâncias superiores.