Segundo o jornalista Kiko Nogueira, do DCM, a manifestação em defesa da liberação da maconha, realizada neste sábado (25), em Fortaleza, reuniu mais pessoas do que o ato em defesa de Jair Bolsonaro na capital cearense neste domingo (26); o mesmo ocorreu na capital mineira, Belo Horizonte

Brasil 247 Segundo o jornalista Kiko Nogueira, do DCM, a manifestação em defesa da liberação da maconha, realizada neste sábado (25), em Fortaleza, reuniu mais pessoas do que o ato em defesa de Jair Bolsonaro na capital cearense neste domingo (26). O mesmo ocorreu na capital mineira, Belo Horizonte.

Ainda de acordo com o DCM, o mesmo ocorreu em Belo Horizonte, onde milhares de manifestantes favoráveis à legalização da maconha marcharam pelo centro da cidade, suplantando o ato fascista pró-Bolsonaro.

O jornal Hoje em Dia informa que os organizadores da Marcha da Maconha em Belo Horizonte (foto) estimam que participaram 20 mil manifestantes, pelo menos dez vezes mais do que no ato do dia seguinte de apoio ao governo de extrema-direita.

……………………………………………………..

Em Curitiba manifestantes contra a Educação e agressões

MUITO GRAVE: TODOS CONTRA A EDUCAÇÃO PÚBLICA

Na frente da UFPR até hoje tinha uma faixa com o texto “EM DEFESA DA UNIVERSIDADE PÚBLICA “. Durante o ato de hoje, manifestantes pró Bolsonaro arrancaram a faixa. Ouçam o que o manifestante fala. Para eles, defender educação é algo ideológico. Isso é de uma tristeza. Um verdadeiro tiro-no-pé.

A repórter fotográfica do site Plural, Giorgia Prates e o repórter fotográfico Hedeson Alves, da Gazeta do Povo, foram agredidos por manifestantes, a exemplo de estudantes que faziam pesquisa no local. A violência foi a tônita da manifestação em Curitiba.

MUITO GRAVE: TODOS CONTRA A EDUCAÇÃO Na frente da UFPR até hoje tinha uma faixa colocada por quem vive a universidade, com dizeres assim "EM DEFESA DA UNIVERSIDADE PÚBLICA ". Agora a pouco os manifestantes pró Bolsonaro arrancaram a faixa. Ouçam o que o manifestante fala. Para eles, defender educação é algo ideológico. Isso é de uma tristeza

Posted by Ana Carolina Caldas on Sunday, May 26, 2019