Criminalista critica ação de marketing feita por condenado em favor da Lava Jato

“É mais grave quando a publicidade ocorre em favor de uma ficção jurídica, como no caso de uma operação, a qual, hoje, é identificada na figura de alguns poucos agentes do Estado”, diz Luiz Flávio Borges D’Urso