Foto: Petry Souza
O senador Flávio Arns (Rede-PR) usou as redes sociais para destacar as medidas defendidas pelo seu mandato no combate à pandemia causada pelo novo coronavírus. O parlamentar divulgou nota nesta terça-feira (24) apoiando ações como a retirada do PLN4 da pauta de votações do Congresso Nacional e a destinação do recurso previsto na proposta, cerca de R$ 20 bilhões, para o Ministério da Saúde. 
Arns também defendeu que os R$ 2 bilhões previstos para o Fundo Eleitoral sejam redirecionados para o enfrentamento da crise. “Todos os nossos esforços devem estar direcionados para o combate ao COVID-19. Precisamos, principalmente, de recursos financeiros para isso. Por isso, defendemos que os recursos do PLN4 e do Fundo Eleitoral sejam investidos no combate à pandemia”, manifestou o senador.
Segundo Arns, o mandato está mobilizado, ainda, em outras frentes e em permanente diálogo com diversos segmentos da sociedade. “Estamos apoiando ações de enfrentamento à grave crise que estamos vivendo e que exige nossa total atenção neste momento”, afirmou.
O Senado vota hoje a MP da Negociação de Dívidas Tributárias (MP 899/2019), criada para estimular a regularização de débitos fiscais e a resolução de conflitos entre contribuintes e a União. A sessão será remota, por meio de aplicativo desenvolvido que permite a votação dos senadores a distância. Na semana passada, os senadores usaram a tecnologia para votar o PDL 88/2020, que decretou o estado de calamidade pública no país.
“O Senado está inovando neste momento e permitindo que as votações ocorram com segurança. As tecnologias estão nos ajudando a seguir com a apreciação de medidas que são urgentes e necessárias. Não podemos parar”, disse Arns.