Foto: Lucilia Guimarães/SMCS

A Campanha do Agasalho – Doe a Boa recebeu nesta quarta-feira 900 jaquetas novas doadas pelo cônsul do Líbano Nizar Hachem, proprietário da marca Blue Bird.  A entrega foi feita ao prefeito na empresa da marca, no bairro Hauer.

“É uma alegria estar aqui para receber esses agasalhos para a campanha da FAS (Fundação de Ação Social). A generosidade de nossos irmãos garantirá que muitas pessoas que tanto precisam possam se aquecer neste inverno”, disse o prefeito, ao lado do cônsul e sua família, a mulher, Zehde, e os filhos Ali e Nour.

Na doação estão roupas masculinas e femininas que atenderão crianças a partir de 4 anos, adolescentes e adultos. Todas as peças foram encaminhadas para o Disque Solidariedade, serviço da FAS que recebe e faz a destinação de doações da comunidade para pessoas que vivem em vulnerabilidade social e são atendidas nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e unidades de acolhimento, muitas delas em situação de rua.

Nizar Hachem, que mora em Curitiba há 30 anos e a cinco meses é cônsul do Líbano na cidade, disse que costuma fazer doações para ajudar a quem mais precisa. “Decidi contribuir com a campanha da Prefeitura para ajudar quem não tem agasalho”, disse.

Durante a entrega, João Máximo Salomão saudou o prefeito em nome da comunidade libanesa e agradeceu pela valorização da cultura de seu povo. “Para nós que vivemos na cidade é uma honra ter um prefeito que investe no saber, na cultura”, disse ele, lembrando que Curitiba tem o Memorial Árabe, localizado na praça Gibran Khalil Gibran, no Centro.

Campanha

A Campanha do Agasalho 2019 – Doe a Boa foi lançada no último dia 20 para arrecadar agasalhos para pessoas atendidas pela FAS. A expectativa é que sejam arrecadadas 100 mil peças de roupas, além de calçados, cobertores e roupas de cama, até o dia 15 de setembro.

Com o slogan Doe a Boa, a Campanha do Agasalho 2019 incentiva as pessoas a doar peças em bom estado e limpas. Isso porque, atualmente 30% das roupas e calçados doados pela população são descartadas por falta de condições de uso.

São pelo menos 100 pontos de coleta espalhados pela cidade, nas Ruas da Cidadania, empresas parcerias e comunidades religiosas. Saiba mais sobre a campanha e os pontos de coleta no sitehttps://www.doeaboa.com.br/.