A vice-governadora Cida Borghetti abriu nesta terça-feira, em Foz do Iguaçu (Oeste), o 3º Seminário de Qualidade de Água para Consumo Humano. Cida destacou os avanços do Paraná propiciados pelos investimentos realizados pela Sanepar na ampliação da rede de água tratada e na coleta e tratamento de esgoto.

“A Sanepar é reconhecida pelo trabalho eficiente e está entre as melhores companhias de saneamento do país”, afirmou a vice-governadora. “Foram investidos mais de R$ 4 bilhões nos últimos seis anos em sistemas de água e de esgoto. Recursos que ampliaram o atendimento de qualidade aos paranaenses”, disse ela.

Realizado em Foz, o evento é promovido pela Funasa e Itaipu e reúne até quinta-feira (17) técnicos de todo o país para a debates, troca de experiências e apresentação de novas tecnologias sobre o tema.

MODERNO – A Sanepar atende 345 municípios paranaenses, beneficiando mais de 10 milhões de pessoas com abastecimento de água e 7,1 milhões com o atendimento de esgoto. A empresa também possui o laboratório de saneamento mais moderno da América Latina, onde são monitorados mensalmente cerca de 1,7 milhão de parâmetros de qualidade de água.

“Os índices registrados pela Sanepar estão acima da média nacional. Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Curitiba e Cascavel estão entre as cidades com melhor saneamento no país. São investimentos que promovem a saúde pública”, acrescentou a vice-governadora.

RIO IGUAÇU – Cida Borghetti também destacou a união do Governo do Estado, Sanepar e quase uma centena de entidades em torno da revitalização do Rio Iguaçu. O trabalho foi iniciado há dois anos e de acordo com o levantamento técnico foram plantadas mais de 400 mil mudas nativas, retiradas cerca de 500 mil toneladas de lixo e hoje o rio conta com 600 pontos de monitoramento.

“No início do mês integramos a Itaipu ao projeto. Vamos usar a metodologia do programa Cultivando Água Boa, da Itaipu, para conscientizar a população sobre a importância do cuidado e o respeito ao meio ambiente”, disse a vice-governadora Cida, que coordena o comitê de revitalização do rio.

SOLUÇÕES – De acordo com o presidente da Funasa, Rodrigo Sérgio Dias, a fundação realiza esses debates com o objetivo de divulgar boas práticas, fomentar parcerias e estimular o desenvolvimento de soluções mais eficientes para o tratamento de água.

“Estamos desenvolvendo uma nova tecnologia de tratamento de água no Pará, e vamos multiplicar este trabalho para levar água de qualidade às comunidades extremas e de difícil acesso de todo o país”, exemplificou.

Segundo o diretor de coordenação da Itaipu, Hélio Amaral, investir em água tratada é promover saúde. “Nós sabemos o quanto se economiza quando promovemos saúde e prevenimos doenças, e o saneamento com água de qualidade são fundamentais para proporcionar isso”.

PRESENÇAS – Também participam da abertura o superintendente da Funasa no Paraná, José Alexandre Ferreira, o representante da Associação Nacional das Empresas Municipais de Saneamento (Assemae), Ervino Schtz e demais técnicos da área.

 

Agência Estadual de Notícias