Foto: Daniel Castellano / SMCS

A Prefeitura de Curitiba entregou 320 jaquetas novas, nesta terça-feira, a catadores de materiais recicláveis das 40 cooperativas associadas ao programa EcoCidadão. Os agasalhos foram doados pelo cônsul do Líbano, Nizar Hachem, à Campanha do Agasalho 2019 Doe a Boa, desenvolvida pela Fundação de Ação Social (FAS).

“Essas japonas tinham que ser doadas para quem mais trabalha por Curitiba”, disse o prefeito Rafael Greca.

“Por isso, Margarita (Sansone, primeira-dama) escolheu vocês, trabalhadores que recolhem o que é considerado inservível e ajudam a cidade a ser melhor”, disse o prefeito aos trabalhadores – os quais chamou de professores de ecologia – que foram até a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Corbélia, na CIC.

Greca falou de sustentabilidade e, em função da boa qualidade, sugeriu que os agasalhos sejam usados e futuramente repassados para outras pessoas. “Tudo o que ainda pode ser usado deve ser reaproveitado pelo bem do planeta”, ressaltou.

As jaquetas foram separadas em kits para cada cooperativa. Representantes de 22 delas participaram do evento e as demais receberão as doações nos locais de trabalho. O presidente da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis Corbélia, Dirceu da Silva, comemorou a iniciativa. “São jaquetas muito boas”, disse ele ao separar peças para os trabalhadores.

Luzinete Alves de Souza não escondeu a alegria de levar para casa uma japona cor de rosa com bordados de flores para a filha Luiza, de 2 anos. “Com essa jaqueta ela não vai passar frio”, disse.

Disque Solidariedade

O presidente da FAS, Thiago Ferro, destacou que além das 320 jaquetas, a FAS definirá um calendário para que os catadores de material reciclável e suas famílias possam ir até o Disque Solidariedade, na sede da fundação, para escolher mais roupas e calçados doados à campanha Doe a Boa. “As peças serão expostas para que todos possam escolher as roupas que precisam e que gostam”, explicou.

Solidariedade

As jaquetas entregues nesta terça-feira fazem parte de um lote de 900 peças doadas pelo cônsul do Líbano, Nizar Hachem.

Além das peças para os catadores de material reciclável, 257 agasalhos foram doados a crianças e adolescentes atendidos nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) das dez regionais. E também a meninos e meninas da Banda Musical do Caximba e a mulheres e crianças que estão acolhidas na Pousada de Maria, unidade da FAS que atende mulheres vítimas de violência, com ou sem filhos.

O restante da doação, assim como todos os agasalhos encaminhados pela população para a campanha Doe a Boa, está sendo distribuído a famílias atendidas nos Cras e pessoas acolhidas nas unidades da FAS.

Livro raro

Antes do repasse dos agasalhos, Greca conheceu o museu montado na Associação Corbélia com produtos encontrados pelos coletores no lixo. Entre eles um livro sobre o Papa Leão XIII, publicado na Alemanha no século 19, com capa de madrepérola.

Ao ver a raridade, o prefeito pediu ao presidente da associação a doação do livro, para que seja restaurado e exposto na Igreja da Ordem, no Centro.