As 100 mil páginas de documentos tornados públicos pelo antigo Ministro georgiano da Segurança Nacional, Igor Guiorgadze, revelam que o laboratório da Gilead Sciences, do Centro Richard Lugar, de Tbilisi, na Geórgia, realizava testes de armas químicas e biológicas para o Pentágono [1].

Estas experiências, pretensamente destinadas a lutar contra a hepatite C, custaram a vida a 73 pacientes, dos quais pelo menos 49 foram deliberadamente sacrificados.

Segundo o responsável pela luta biológica, química e nuclear do Ministério russo da Defesa, o General Igor Kirillov, as cepas nos animais mortos, em 2007-18, da epidemia de peste suína na Rússia são as mesmas que as do Centro Richard Lugar conhecidas sob o nome de Geórgia-2007.

A epidemia de peste suína, que se propagou no decorrer da década desde a Geórgia à China, por um lado, e à Rússia e aos países Bálticos, por outro, proviria, acidental ou voluntariamente, de experiências da Gilead Sciences.

A epidemia de peste suína que assola atualmente a Bélgica não parece ligada a este fenomeno, uma vez que ela está ainda longe das zonas contaminadas. No entanto, o Ministro valão da Agricultura, René Collin, revelou que a origem da epidemia belga é a base militar de Lagland, na província belga de Luxemburgo. Soldados que participaram em manobras da OTAN nos países Bálticos vieram de lá.

Os documentos actualmente em estudo permitem igualmente estabelecer um laço entre as experiências da Gilead Sciences e os carrapatos (carraças) portadores da febre hemorrágica da Crimeia-Congo, que se propagam hoje em dia no sul da Rússia.

Entre os documentos revelados por Igor Guiorgadze figura igualmente um brevê para um drone capaz de disseminar insectos infectados; uma descoberta a comparar com os trabalhos da Darpa sobre infestação de culturas [2].

A Rússia pediu explicações aos Estados Unidos e prepara-se para acionar a Organização para a Interdição das Armas Químicas (OIAC – OPAQ)

 

Rede Voltaire – Tradução Alva


[1] “Os crimes da Gilead Sciences escondem testes do Pentágono?”, Tradução Alva, Rede Voltaire, 8 de Outubro de 2018.

[2] “O Pentágono quer transformar campos de cereais em OGMs”, Tradução Alva, Rede Voltaire, 8 de Outubro de 2018.